A Marvel não recriará digitalmente Chadwick Boseman para a sequência de Pantera Negra.

Enquanto o estúdio ainda não revela seus planos, a ideia de reconstruir o falecido ator em

computação gráfica já foi descartada segundo Victoria Alonso, vice-presidente executiva

da Marvel Studios: “Chadwick é único, e já não está mais conosco. Nosso rei, infelizmente,

também morreu na vida real, não só na ficção”, falou a argentina em entrevista ao Clarín.


Boseman, dono do notório papel de rei T'Challa nos cinemas, morreu aos 43 anos, vítima

de um câncer de cólon. Lançado em 2018, Pantera Negra foi um dos maiores sucessos do

estúdio Marvel, vencendo 3 Oscars e arrecadando mais de US$ 1,3 bilhão nas bilheterias.